Tombstone: confira como surgiu a origem do nome da banda

O Power Trio Tombstone vem chamando a atenção dos fãs por sua música de qualidade, forte, enérgica, e que mescla elementos de Stoner, Southern, Blues e Heavy Tradicional. Tendo estreado recentemente com o ótimo EP “Um Blues para Minha Alma”, e um ótimo vídeo oficial para a faixa-título, a banda desperta a curiosidade dos fãs devido ao seu nome. Pensando nisso, o fundador da banda, o vocalista e baixista Renan Paiva, nos contou a origem do mesmo. Confira suas palavras logo abaixo:

“Desde muito novo, sou consumidor da cultura do Faroeste, por influência do meu avô, que tinha muito desses filmes em sua casa. O primeiro que assisti foi um do Trinity (N.R: personagem do Velho Oeste protagonista de filmes italianos de Western Spaghetti), e a partir daí mergulhei na cultura do Faroeste. Além dos filmes, também passei a gostar de quadrinhos, mais precisamente dos personagens Tex e Jonah Hex (N.R: personagens de quadrinhos do gênero Western). Me tornei realmente um consumidor dessa cultura. O nome Tombstone veio justamente disso, por ser um nome muito usado em filmes de faroeste, sendo que a cidade existe até hoje nos Estados Unidos, sendo um ponto turístico. Dois filmes foram o estopim para essa escolha, “Tombstone – A Justiça Está Chegando” (N.R: filme de 1993, com Kurt Russell), e “Tombstone – O Inferno No Faroeste” (N.R: filme de 2013, com Danny Trejo), que me fizeram pensar que esse deveria ser o nome da banda. Mas a verdade é que isso vai muito além do nome desses dois filmes, já que outros como a “Trilogia dos dólares” (N.R: também conhecida como Trilogia do Homem Sem Nome, com os filmes Por um Punhado de Dólares (1964), Por uns Dólares a Mais (1965) e Três Homens em Conflito (1966), de Sérgio Leone, e contando com Clint Eastwood), Django (N.R: um dos mais famosos personagens do chamado western spaghetti, criado originalmente pelo ator Franco Nero para o filme “Django”, de 1966) e Trinity, ajudaram a agregar tudo isso.”

O músico ainda aproveitou para falar um pouco mais da influência da cultura do faroeste na carreira do Tombstone.

“Tecnicamente, esse não é o conceito da banda, já que por mais que tenhamos algumas referências em letras, e que a música “A Fronteira do Inferno” fale diretamente do assunto, nas demais o tema não se faz presente. Ainda sim, o tema se faz muito presente no processo criativo da banda. Em alguns momentos, trazemos referências a trilhas sonoras dos filmes de faroeste em trechos de nossas músicas, e a capa do single “A Fronteira do Inferno”, feita por mim, é baseada no estilo de arte dos quadrinhos do Tex. Como disse, a cultura do faroeste faz parte do nosso processo criativo.”

Recentemente a banda lançou o vídeo oficial da faixa-título de seu EP de estreia, “Um Blues Para Minha Alma”, música inspirada na velha lenda de que o Bluesman Robert Johnson, teria feito um pacto com o diabo em uma encruzilhada. Confira o vídeo abaixo:

Para saber de todas as novidades da Tombstone, acompanhe as redes sociais da banda.

Tombstone é:

Renan Paiva (Voz & Baixo)

Jota Cruz (Guitarra)

Shazan (Bateria)

Mais informações:

Facebook: https://www.facebook.com/tombstonebanda/

Instagram: https://www.instagram.com/tombstonebanda/

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCm79C6ClKiLV2CcWO7mrkBg

Spotify: https://open.spotify.com/artist/1amTeQAjdbgF9IskFAZd3I

Twitter: https://twitter.com/tombstonebanda

Please follow and like us:

Leave a Reply

RSS
Follow by Email