Discordex

Formada no final de 2016 na cidade de Itupeva, interior de São Paulo por Rodrigo Santos (vocal) e Adriano, a banda Discordex surge com o propósito de fazer um Hardcore com identidade própria, que não se prende a um estilo e surfa nas mais variadas influências, completam esse time Gustavo Boriero (bateria) e André Felipe (guitarra), Adriano deixou a banda em fevereiro de 2019 e desde então estão tocando com amigos quebrando o galho no baixo, até encontrar em definitivo o titular das 4 cordas. Com essa formação o quarteto vem tocando em várias regiões do Estado de São Paulo, com apresentações cheia de energia.Em janeiro de 2018 a banda lançou seu primeiro trabalho, um Ep com apenas duas músicas intitulado, “Obrigada a crescer “.

A música “Obrigada a Crescer”, que dá nome ao EP, trata dos vários tipos de abuso que uma criança pode sofrer, um retrato do roubo da única coisa verdadeiramente pura que um ser humano pode ter, a inocência.
A segunda faixa,“Egoísta”, traz uma letra mais pessoal de alguém que por muito tempo agiu de forma equivocada e acordou antes de perder as pessoas que ama e estão ao seu lado.Exatamente um ano depois a Discordex volta a brindar o público com um novo EP chamado “Prazer, São Paulo”.

Visivelmente mais maduros nas composições, esse novo EP traz um teor bem mais contestador em sua essência. Prazer, São paulo é a primeira música deste EP, que conta com a participação de Rodrigo Chinho (Chuva Negra) e mostra como somos limitados e tratados como meros gados nas metrópoles, neste caso mais especificamente na cidade de São Paulo, a cidade que pulsa trabalho, escraviza e aprisiona seus habitantes no sonho da prosperidade e status quo.Um final eletrizante e um discurso que nos deixa no mínimo frustrado com o que nos tornamos ao longo dos anos, um mero produto.Granadas de Ignorância vem com riffs marcantes e ritmo acelerado a letra nos conta como a internet virou um mecanismo para a desinformação e disseminação de ódio, um reduto da ignorância para aqueles que querem aprender sobre temas complexos estudando por meme nas redes sociais.E por fim uma reflexão de como somos facilmente feitos como massa de manobra para terceiros atingirem os objetivos, uma clara referência à onda conservadora que vem crescendo no Brasil e na América Latina. “Conhece a Ti Mesmo” fecha esse disco com chave de ouro e nos faz refletir sobre o que podemos fazer, para enfim, conseguir pensar e agir por si próprios!

Contato Facebook

Deixe uma resposta

Scroll Up