VÁLVERA “Cycle Of Disaster” Novo Lançamento 28 de agosto / 2020

SmartLink: https://snd.click/iami

Válvera usa o riff “ambiente” ou “atmosférico” do Thrash, uma frase melódica que termina abruptamente em uma resolução prolongada para centralizar cada riff e criar um efeito hipnotizante no ouvinte. Os vocais são gritados com uma abordagem centrada de glaceamento de thrash metal do mal antigo enquanto eles estimulam transições usando meios de estilo thrash, mudando diretamente de um riff para um novo riff temático que se torna compreensível como contínuo apenas após sua transferência através do contexto de harmonia vocal . Aproveitando o abrupto, essa banda alterna entre estruturas sem nenhum aviso e no estilo da escola sul-americana, dá sentido aos seus riffs no contexto da estrutura da música e nessa mentalidade muitas vezes mergulha ou salta para uma mudança de forma imprevisível, com um incêndio de aquisição . Riffs rolantes de tremolo em túnel rápido conectam as músicas em uma sequência de tom e ritmo, fluindo uma na outra e se juntando novamente ao comando da estrutura circular da música para começar novamente um ciclo. Com um verdadeiro gosto por uma estética coerente mas bela, a música do Válvera move-se com fluidez, com estruturas musicais desconexas retificadas por riffs e pontes tão distintas que a tornam inconfundível com qualquer outra banda. As letras são principalmente fantásticas, com foco na história que aborda várias catástrofes que aconteceram no Brasil e seu povo. A composição deliberada com implementos e intenções simples torna-se um som envolvente e sensual. A percussão é precisa e como todo instrumentalismo, de uma estrutura intencionalmente minimalista para garantir a execução completa. O vídeo lírico “Glow of Death” de Válvera fala sobre uma contaminação radioativa de Césio-137, o maior acidente civil de radiação da história, ocorrido em Goiânia (BRA), em 1987 Gravado no Dual Noise Studio 2020 | Engenharia de Rogério Wecko | Misto e Master por Rogério Wecko. Capa de Marcelo Vasco | Fotografia Benassi Bass lines gravadas por Ziel Lagoin MEMBROS: Glauber Barreto (vocal / guitarrista) Rodrigo Torres (guitarrista) Gabriel Prado (baixista) Leandro Peixoto (baterista) “Nothing Left To Burn” dá início aos procedimentos, com uma linha de baixo assombrosa. Então, quando a guitarra entra em ação, você sabe que algo frenético está para acontecer, quando os grandes riffs começam, a resposta é fornecida. Uma maneira brilhante de começar. “Cycle Of Disaster”, outra canção épica de monstros que combina riffs thrash tradicionais com algumas melodias excelentes. “Glow Of Death”, trabalha com o tempo extra a sensação de caos e destruição. “The Damn Colony”, uma música que muda de direção para um lado e para o outro. Aquele que produz algo simplesmente fantástico. “All Systems Fall”, uma homenagem riff brutal ao fim dos tempos. “Born On A Dead Planet”, bate forte. Uma música que combina o caos do riff com as monstruosas habilidades vocais de Glauber Barreto para dar um stand a nossa performance. “O.S. 1977”, um sanduíche riff que realmente balança as coisas. “Fight For Your Life”, uma música que mescla melodia e fragmentos juntos em uma entrega fantástica. “Bringer Of Evil”, bate e finaliza com estilo.

TRACKLIST:
1 – Nothing Left To Burn
2 – Cycle Of Disaster
3 – Glow Of Death
4 – The Damn Colony
5 – All Systems Fall
6 – Born On A Dead Planet
7 – O.S. 1977
8 – Fight For Your Life
9 – Bringer Of Evil

Online:
www.valvera.com.br
bandavalvera@gmail.com
www.youtube.com/valveraoficial
www.facebook.com/bandavalvera
  instagram: @valveraband
  twitter: valvera_oficial

Label Info:USA & Canada
https://www.brutalrecords.com/
https://brutalrecords.us/
https://brutalrecords.bandcamp.com/
https://soundcloud.com/brutalrecordshttps://www.instagram.com/brutalrecords.official/
https://www.facebook.com/BrutalRecords.USA/https://twitter.com/BrutalRecordsUS

0 comments on “VÁLVERA “Cycle Of Disaster” Novo Lançamento 28 de agosto / 2020Add yours →

Deixe uma resposta